sexta-feira, 1 de maio de 2009

Ao som do vento!...


Ao som do vento entoando maresia,

Recrio poesia no balanço do seu corpo encaixado ao meu.

Ao fitar seus olhos perco totalmente a lucidez!

Ah! Esse sentimento que se alastra,

Que me encharca, que me entontece!

És ópio aos meus sentidos!

E nosso querer inextinguível,

Se espalha, se alastra...

Somos almas apaixonadas,

E também de espírito nos amamos.

Nossos corpos anelados em chamas ,

De um amor imensurável que nos apossa,

Ah!!!Que volúpia incessante!

Onde todo pecado é consumado e permitido!

E nos embriagamos de prazeres infindos..

.Puro êxtase ao som de uma sinfonia de gemidos e sussurros,

E folguedos de Amor e de Luz se dão,

No ápice do nosso gozo em fusão plena,

Numa eclosão total de sentidos!!!

3 comentários:

manuel marques disse...

"Para falar ao vento bastam palavras, para falar ao coração são necessárias obras "

Lindo.

Abraços.

Princesa disse...

Meu Anjo
meu amor
Sonhar com você chegando
Em uma noite estrelada
Com o abraço jamais sentido.
Com tua voz
Sussurrando aos meus ouvidos.
Sonhar!
Com teu beijo prometido.
Com teu jeitinho de menino.
Olhar de quem pode se apaixonar,
Nem que seja por um momento
Sonhar!
Com tuas mãos tocando meu rosto
Teu sorriso iluminado pela lua
Sonhar!
Que tua vinda seja
Para meu sonho de amor realizar.
E enquanto sonho,
Um anjo vela pelo meu sonhar.
E eu espero o tempo que for preciso
Para te encontrar.
Beijos
Princesa

Luna disse...

Hola cielo impresionante poema como todos
un beso de Luna